sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

Da Imaculada Conceição (2): Consequência da Perfeitíssima Mediação Salvífica de Jesus

Por José Ibiapina 

O blog publica hoje o segundo artigo da série de cinco artigos sobre o Dogma da Imaculada Conceição de Maria. Este artigo será divido em "sentenças", a seguir expostas, fruto de uma análise do raciocínio do filósofo, teólogo e Beato Duns Escoto. Os argumentos giram em torno do fato de que o Sacrifício de Cristo na Cruz foi perfeitíssimo e, desse modo, perfeitíssima também foi a redenção por ele causada. Os méritos são de Jesus, e não de sua mãe. Seguem os argumentos: 

1- Se Jesus é perfeitíssimo mediador entre Deus e os homens, deve ter redimido de forma perfeita ao menos um dos filhos de Adão; 

2- Jesus é, de fato,  perfeitíssimo Mediador entre Deus e os homens, logo um dos filhos de Adão foi redimido perfeitamente; 

3 - a redenção perfeita é aquela que ocorre desde a concepção, pois salvador não é apenas aquele que sana o mal, mas também aquele que evita que o mal aconteça; 

4 - esse filho de Adão perfeitamente redimido não pode ser Jesus, pq Ele é o próprio agente da redenção e não destinatário; 

5 - esse filho de Adão perfeitamente redimido tem que ser a Mãe de Jesus, pois uma carne manchada pelo pecado não poderia gerar a carne perfeitíssima que seria sacrificada na Cruz, pois a mãe transmite a mancha do pecado ao filho, conforme diz o salmista: “em pecado me concebeu minha mãe” (Sl 51:5), logo, a carne de Maria não pode ter sido manchada pelo pecado, já que Cristo não tinha a mancha do pecado original (Hb 4,15); 

6- Maria foi concebida sem pecado não por méritos próprios, mas por gozar antecipadamente dos méritos do perfeitíssimo Sacrifício de Cristo na Cruz. O gozo antecipado de tais méritos foi que a permitiu gerar a carne perfeitíssima de Cristo que seria sacrificada; 

7 - o fato de o Sacrifício da Cruz ter ocorrido após a concepção imaculada não é obstáculo ao reconhecimento desta, uma vez que, assim como Jesus é o senhor do sábado (Mt 12:8), também é senhor do tempo, tendo total domínio sobre ele.

Conferir também: 

Da Imaculada Conceição (I): Da sua conveniência lógica no plano da Salvação. Disponível em: http://www.blogdosilverioalves.com/2020/12/da-imaculada-conceicao-i-da-sua.html

- Defesa da Imaculada Conceição, no filme sobre Duns Scoto: https://www.youtube.com/watch?fbclid=IwAR1ogra35AjPtpklMjdB6l3OdNATHlWEKxnvgkhObCdoBI51jA6bhQEqCEg&v=H68RYLTY3ag&feature=youtu.be

0 comentários:

Postar um comentário

Sua postagem dependerá do Moderador do Blog.

Não publicamos comentários sem assinatura (Anônimos).

Obrigado pelo comentário. Sua ajuda faz nosso trabalho melhor.
_____________________________
Equipe do Blog do Silvério Alves

LAPAC

LAPAC

.ESPAÇO FABRÍCIA LAINE

.ESPAÇO FABRÍCIA LAINE

AUTORIZA SEGUROS

AUTORIZA SEGUROS

UNIFARMA BENTO

UNIFARMA BENTO

SALVAGGIO PERFUMES

SALVAGGIO PERFUMES
Instagram: @SALVAGGIOPERFUMES

DR. KARSON

DR. KARSON

Arquivo

Tecnologia do Blogger.