segunda-feira, 11 de maio de 2020

Bolsonaro tem semana decisiva em investigação que pode afastá-lo do cargo

Seis delegados e uma deputada federal devem prestar depoimento no inquérito que apura a veracidade das acusações do ex-ministro Sergio Moro. 

Brasília - Esta semana será decisiva para que a PGR ( Procuradoria Geral da República) concluir se irá denunciar o presidente Jair Bolsonaro por corrupção passiva privilegiada, obstrução de justiça e administrativa por tentar interferir na autonomia da Polícia Federal.

De segunda (11) a quinta (14), três ministros de Estado, seis delegados e uma deputada federal devem prestar depoimento no inquérito que investiga a veracidade das acusações do ex-juiz da Lava Jato Sergio Moro contra Bolsonaro.

Além disso, o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, pode decidir nos próximos  dias sobre a publicidade do vídeo da reunião ministerial em que o presidente teria ameaçado Moro  de demissão caso na trocasse o diretor-geral da PF.

Nesta investigação, Bolsonaro poderá ser denunciado pela PGR  e, se a Câmara aprovar o prosseguimento das investigações, será afastado do cargo automaticamente por 180 dias.

Folha de S. Paulo

0 comentários:

Postar um comentário

Sua postagem dependerá do Moderador do Blog.

Não publicamos comentários sem assinatura (Anônimos).

Obrigado pelo comentário. Sua ajuda faz nosso trabalho melhor.
_____________________________
Equipe do Blog do Silvério Alves

LAPAC

LAPAC

.ESPAÇO FABRÍCIA LAINE

.ESPAÇO FABRÍCIA LAINE

ALEX SUPERMERCADO E PADARIA

ALEX SUPERMERCADO E PADARIA

AUTORIZA SEGUROS

AUTORIZA SEGUROS

UNIFARMA BENTO

UNIFARMA BENTO

SALVAGGIO PERFUMES

SALVAGGIO PERFUMES
Instagram: @SALVAGGIOPERFUMES

DR. KARSON

DR. KARSON

Arquivo

Tecnologia do Blogger.