terça-feira, 28 de abril de 2020

Liturgia Diária: O martírio de Estêvão e a total conformação a Cristo


Texto retirado a Página “Papista”
https://m.facebook.com/umpapista/

Reflexão sobre a Liturgia: terça-feira da terceira semana da Páscoa - Ano A

At 7,51–8,1
Salmo 31(30)
Jo 6,30-35

A Liturgia de hoje, uma das mais belas do ano, nos fala sobre o mártirio como a conformidade total a Cristo.

Na primeira leitura, incapazes de refutar o homem totalmente conformado à imagem do Cristo na Cruz na pessoa de Santo Estêvão; incapazes de impedir que o Evangelho seja pregado pelo santo exemplo e que as palavras inspiradas pelo Espírito Santo alcancem a todos que viam e ouviam o diácono Estêvão; os homens do Sinédrio decidem matá-lo.

O que está acontecendo com Santo Estêvão é praticamente a repetição do que aconteceu com o Senhor. As mesmas acusações, a mesma situação, o mesmo resultado. Esse é o exemplo cristão em sua plenitude na Igreja, quando o discípulo se torna totalmente conformado ao Cristo na Cruz. A palavra grega para testemunho é a mesma para o martírio. O sacrifício do discípulo, portanto, é o ápice do testemunho cristão.

Estar conformado totalmente à vontade do Senhor é imitá-Lo em tudo. É por isso que cantamos o Salmo que o próprio Cristo citou como Suas últimas palavras: Senhor, em Suas mãos eu entrego o meu espírito. Assim como Santo Estêvão, devemos viver em total confiança (parresía) na vitória do Senhor. Ele é a face serena da misericórdia divina, a nossa salvação.

Essa confiança que nos permite dar testemunho até o fim, caso nos permitamos conformar totalmente ao Senhor, vem do que o Evangelho nos revela hoje: Jesus é o Pão da Vida! Ele é que nos dá o alimento da vida eterna, que é Ele mesmo.

Ninguém se sacrifica para ganhar o pão da terra para si mesmo, pois ele já não teria nenhuma utilidade. Jesus, o Pão da Vida, deseja que nos sacrifiquemos pelo alimento espiritual, que vem de imitá-lo ao dar a vida por Ele e pelos irmãos (Jo 15,13) que, até buscando o pão da terra verão nosso testemunho e buscarão também o Pão da Vida.

Dar o pão da terra não basta se não vier acompanhado do testemunho. Não há maior testemunho do que se conformar totalmente a Deus, entregando a Ele nosso espírito para que a Sua vontade reine suprema e espalhe Seu amor pelo mundo.

São Paulo testemunharia o testemunho de Santo Estêvão. O sangue dos mártires seria, como ainda é, a semente para a grande caminhada missionária da Igreja. Caminhada repleta de testemunhos, desses que mudaram o mundo e, ainda hoje, podem ajudar a conformar o mundo à Cruz da vitória de Cristo.

Santo Estêvão, diácono e mártir da Igreja, rogai por nós!

Em Cristo, entregue à proteção da Virgem Maria,

um Papista

0 comentários:

Postar um comentário

Sua postagem dependerá do Moderador do Blog.

Não publicamos comentários sem assinatura (Anônimos).

Obrigado pelo comentário. Sua ajuda faz nosso trabalho melhor.
_____________________________
Equipe do Blog do Silvério Alves

LAPAC

LAPAC

.ESPAÇO FABRÍCIA LAINE

.ESPAÇO FABRÍCIA LAINE

ALEX SUPERMERCADO E PADARIA

ALEX SUPERMERCADO E PADARIA

AUTORIZA SEGUROS

AUTORIZA SEGUROS

UNIFARMA BENTO

UNIFARMA BENTO

SALVAGGIO PERFUMES

SALVAGGIO PERFUMES
Instagram: @SALVAGGIOPERFUMES

DR. KARSON

DR. KARSON

Arquivo

Tecnologia do Blogger.