segunda-feira, 13 de abril de 2020

Do ministro Mandetta: " Brasil passará por uma etapa de aceleração descontrolada dos casos do coronavírus em maio"

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante entrevista ao Fantástico - Reprodução/TV Globo
Ministro da Saúde em entrevista ao Fantástico da TV Globo

Em entrevista ao Fantástico da TV Globo na noite deste domingo (12), o ministro da Saúde, Luis Henrique Mandetta, afirmou que  espera uma "fala unificada e o fim da dubiedade" entre suas orientações e as do presidente Jair Bolsonaro a respeito das medidas de combate à expansão da pandemia do novo coronavírus no Brasil.

"Isso leva para o Brasileiro uma dubiedade, ele não sabe se escuta o ministra da Saúde ou se escuta o presidente da República",  afirmou o ministro.

"A diferença nas orientações preocupa pois a população pensa assim: " Será que o ministro da Saúde é contra o presidente?  E não há ninguém contra ou a favor de nada. O nosso inimigo é o coronavírus,  é ele que é o nosso principal adversário. Se eu estou ministro da Saúde, eu estou por obra e nomeação do presidente", disse Mandetta.

"O presidente também olha pelo lado da economia, prosseguiu, referindo-se à argumentação de Bolsonaro de que o isolamento piora o desemprego".

O Ministério da Saúde entende a economia, entende a cultura, mas chama pro lado do equilíbrio e proteção à vida. Eu espero que a validação  dos diferentes modelos de enfrentamento possa ser comum e possa ter uma fala unificada".

Acrescentou o ministro: " Quando você vê pessoas entrando em padarias, em supermercados, fazendo aquelas filas, uma atras da outra, encostadas, grudadas,  pessoas fazendo piqueniques em parques, aglomeradas, isso é claramente equivocado".

Ao falar sobre a projeção do aumento de casos no país,  Mandetta também respondeu à fala do presidente Bolsonaro na tarde deste  domingo (12), que disse que "parece que está começando a ir embora a questão do vírus".

Na entrevista, o ministro ressaltou projeção da pasta de que o Brasil passará por uma etapa de aceleração descontrolada de casos em maio,  com desaceleração prevista para meados de junho.
 Serão dois ou três meses de extremas dificuldades e que só com a participação e colaboração de todos é que vamos vencer essa guerra contra o coronavírus", concluiu o ministro.

Com informações do UOL e da TV Globo

0 comentários:

Postar um comentário

Sua postagem dependerá do Moderador do Blog.

Não publicamos comentários sem assinatura (Anônimos).

Obrigado pelo comentário. Sua ajuda faz nosso trabalho melhor.
_____________________________
Equipe do Blog do Silvério Alves

LAPAC

LAPAC

.ESPAÇO FABRÍCIA LAINE

.ESPAÇO FABRÍCIA LAINE

ALEX SUPERMERCADO E PADARIA

ALEX SUPERMERCADO E PADARIA

AUTORIZA SEGUROS

AUTORIZA SEGUROS

UNIFARMA BENTO

UNIFARMA BENTO

SALVAGGIO PERFUMES

SALVAGGIO PERFUMES
Instagram: @SALVAGGIOPERFUMES

DR. KARSON

DR. KARSON

Arquivo

Tecnologia do Blogger.