sábado, 17 de agosto de 2019

Dr. Ivan e membros do PSL de São Paulo do Potengi participaram de ato de filiação em Natal


Neste sábado, 17 de agosto, em todas as capitais do Brasil, dentre elas Natal/RN, aconteceram atos de filiação promovidos pelo Partido Social Liberal - PSL, legenda partidária do presidente da república, Jair Bolsonaro.

De São Paulo do Potengi, um grupo de membros do PSL, liderados pelo cirurgião-dentista Dr. Ivan Dantas foi até a capital do estado para participar do evento. Dr. Ivan que é filiado ao partido de Bolsonaro é pré-candidato a prefeito de nosso município na eleição do próximo ano.

Com informações de Lucas Tavares

Vem aí um Documentário sobre a História de São Paulo do Potengi

Na manhã deste sábado, 17 de agosto, o editor deste blog recebeu em sua residência, em nossa cidade, uma equipe da Companhia de Teatro Potengiense, para tratar de um projeto bastante significativo, historicamente falando.  A equipe está se preparando para filmar um Documentário da História de São Paulo do Potengi. O Documentário vai filmar depoimentos  de diversas personalidades que tem conhecimento da nossa história, desde os primórdios de nosso município.

O projeto que será exibido em diversos locais de nossa cidade e ficará para a posteridade,  tem a pretensão de ser concluído até o final deste ano. O blog comprometeu-se  em contribuir no que for possível com a louvável iniciativa.

Voltaremos ao assunto.

Na foto acima, o editor deste blog, Edimércio, Carlos e Jefinho. Nerivan também participou da reunião, porém teve que se retirar mais cedo.

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Do arcebispo Dom Jaime: "A saída pra humanidade é o fortalecimento da família cristã”

 
Na manhã  desta sexta-feira, 16 de agosto, às 11 horas, na Matriz de São Paulo, o nosso arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha, presidiu a 47ª Missa do Agricultor, criada por Monsenhor Expedito Medeiros no ano de 1972. Concelebraram com Dom Jaime, os padres Ramos (nosso pároco), Bruno (Riachuelo), Manoel Ataíde (Barcelona) e o diácono Paulo (Nísia Floresta).

No seu sermão, Dom Jaime lembrou a luta de Monsenhor Expedito, em prol do rebanho potengiense, disse da grande importância do cristão católico desenvolver a sua missão evangelizadora de batizado no meio em que vive, em favor da construção de um mundo melhor e do Reino de Deus. Disse também que vê com tristeza certos cristãos católicos  criticando o nosso Papa Francisco. 

O pastor do rebanho norteriograndense também fez referência a polarização política radical que o Brasil está vivendo. "Precisamos do diálogo, do respeito as opiniões contrárias, do fortalecimento da democracia, de soluções concretas através de políticas públicas colocadas em prática com seriedade, para resolver os graves problemas da falta de saúde, de educação, de segurança, do desemprego que flagelando milhões de brasileiros. O radicalismo político parta de quem partir, não leva a lugar nenhum e nem resolve nada". Comentou o bispo.

Dom Jaime destacou também, que no meio de tanta turbulência que o mundo e a nação brasileira vem enfrentando, a única saída é o fortalecimento da família cristã, o retorno das práticas dos bons costumes e a fé em Deus.

No final da celebração nosso pároco, Padre Ramos agradeceu  a presença de Dom Jaime, dos demais sacerdotes, das autoridades e de todo o Povo de Deus que participaram da palestra e da missa.


Aluno da Escola São Francisco participará do Campeonato de Atletismo do Norte-Nordeste

Resultado de imagem para atletismo

A federação Norteriograndense de Atletismo convocou nessa quarta 14, 25 atletas da categoria sub 16 (13 a 15) anos, para participar do Troféu Norte Nordeste da categoria,  a ser disputado nos dias 24 e 25 de agosto, na capital cearense.

O Potengi terá 5 representantes:
De São Tomé (treinado pelo professor Edilson Oliveira)
Atletas:
Jamily Cristina 80 s barreira e 75 metros,
Lucas Miguel (100 s barreira  e salto triplo,
Vinicius Moraes (Salto triplo)

São Paulo do Potengi terá seu primeiro representante nessa modalidade.
ERICK MICHEL (75 metros e revezamento 4 x 75)
Erick é treinado pelo professor Jadson Nascimento e colaboração de Edilson Oliveira.

De Senador Eloi de Souza
O atleta Weverton França (75, 250 e 4x75)
Treinado por Jarbas Rairan

De Cerro Corá também sobre o comando Edilson Oliveira irão 6 atletas
Wesley Mesquita 100 s barreira e pentatlo,
Idalberto Lima 300 s barreira e salto c vara,
João Vitor - salto distância e altura,
Hawam Oliveira 5 mil marcha e l de dardo
Brenna Munique - 75 e 250
Josefa Dayane 5 mil marcha.

Parabéns aos atletas, técnicos, pais, escolas e gestores.

Imagens da Festa do Agricultor,em São Paulo do Potengi - Parte I


Na manhã desta sexta-feira, 16 de agosto, realizou-se em nossa cidade a 47ª Festa do Agricultor, uma realização da Paróquia de São Paulo Apóstolo.  Às 9 horas, com o Centro Social São Paulo completamente lotado de agricultores, estudantes, professores e de pessoas ligadas aos movimentos pastorais da nossa Paróquia e de outras paróquias da região, Padre Campos (que veio de Natal), proferiu de forma bastante didática e esclarecedora, a palestra com o título: Batizados e enviados a Igreja de Cristo em Missão no Mundo".

Dentre as autoridades presentes, o prefeito Naldinho, o Arcebispo Dom Jaime, o Padre Bruno (Riachuelo) os vereadores Assis Araújo e João Cabral, a secretária municipal da Saúde, Daílva Bezerra e a ex-prefeita Maria Nini, que era a gestora municipal, em 1972 quando Monsenhor Expedito promoveu a primeira Missa do Agricultor, em São Paulo do Potengi.

Ainda hoje teremos outras informações e novas imagens da Missa do Agricultor, presidida pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira.

Na foto  acima, o palestrante Padre Campos ladeado pelos sacerdotes, Ramos e Flávio.

 

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Juízes precisam de limites, diz presidente do STJ sobre lei de abuso de autoridade

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, disse nesta quinta-feira (15) não ter “nada a temer” em relação à lei de abuso de autoridade aprovada nessa quarta-feira (14) na Câmara, e que o juízes precisam ter limites em sua atuação como qualquer outra autoridade.
“A lei é para todos. E nós também, juízes, temos que ter limites na nossa atuação, assim como têm os deputados, o presidente da República, como têm os ministros do Poder Executivo. Portanto, acredito que o que tem aí deve ser um aprimoramento da legislação”, disse Noronha.
Questionado sobre um dos pontos do texto aprovado, segundo o qual se torna crime prorrogar investigação sem razão justificável, Noronha afirmou que o projeto de lei “chove no molhado”, uma vez que tal conduta já seria proibida pelo Código de Processo Penal.
“Portanto, isso não pode nos intimidar. Nós juízes não podemos nos intimidar por nada. Nós juízes temos de estar blindados a intimidações”, disse.
Noronha ponderou, porém, que ainda vai examinar com calma o texto e que “se tiver algum vezo de inconstitucionalidade” vai alertar o presidente Jair Bolsonaro para não sancionar o projeto de lei. “Se estiver tudo de acordo, vamos então pedir que sancione, e como bons aplicadores das normas, haveremos de respeitar”, afirmou.
O projeto de lei sobre abuso de autoridade, de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), já havia sido aprovado no Senado. Após ser também aprovado ontem (14) em regime de urgência no plenário da Câmara, segue para sanção presidencial.
O texto aprovado elenca cerca de 30 condutas que passam a ser tipificadas como crime, passíveis de detenção, entre elas pedir a instauração de inquérito contra pessoa mesmo sem indícios da prática de crime, estender investigação de forma injustificada e decretar medida de privação de liberdade de forma expressamente contrária às situações previstas em lei, por exemplo.
Agência Brasil - Foto: Marcelo Camargo

Riachuelo e Rui Barbosa serão contemplados com um complexo de energia eólica

Resultado de imagem para imahens de torres eólicas no rn

Em 2009, o Brasil fez o primeiro leilão para geração de energia por meio dos ventos. Naquela ocasião, o Rio Grande do Norte foi a unidade da federação que mais teve projetos contratados – um total de 23. Passados dez anos, os investimentos do setor movimentaram aproximadamente R$ 15 bilhões, e o estado consolidou a liderança nacional de produção dessa matriz energética.

Um complexo eólico localizado no Rio Grande do Norte receberá investimento de R$ 2,4 bilhões. O empreendimento fica localizado numa área que atinge quatro municípios: Riachuelo, Bento Fernandes, Caiçara do Rio do Vento e Ruy Barbosa.

O empreendimento terá potência instalada de 445 megawatts, com equipamentos da dinamarquesa Vestas, que fornecerá 106 turbinas ao complexo. O projeto tem potencial para uma segunda fase que poderia levar a capacidade a 950 megawatts.

Com informações do Riachuelo em Ação

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Reflexão sobre o Evangelho do último domingo, Lc 12,32-48 (II)


Breve Catequese Catolica 
Texto de Dom Henrique Soares 

Ao pequenino rebanho, o Senhor Jesus promete o Reino! Mas, o que significa tal promessa? O Senhor Deus somente reina em nós quando nos esvaziamos de nós mesmos e dos nossos apegos. Deus não pode reinar num coração cheio de si. Não pode porque respeita totalmente a nossa liberdade! Alguns versículos depois, o nosso Salvador exorta: “Vendei vossos bens e dai esmola. Fazei bolsas que não fiquem velhas, um tesouro inesgotável nos Céus, onde o ladrão não chega nem a traça rói. Pois onde está o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração” (Lc 12,33s). Em resumo: esvaziai-vos de vós mesmos, deixai de endeusar coisas, pessoas, situações... Tudo passa, tudo é fugaz, tudo se consome...

Como poderemos, verdadeiramente, esvaziarmo-nos de nós mesmos? O Senhor indica um caminho: ter diante dos olhos, ter no coração que nossa vida aqui é passageira, que o definitivo é somente o Reino e no Reino: “Tende os rins cingidos e as lâmpadas acesas. Sede semelhantes a homens que esperam seu senhor voltar das núpcias, a fim de lhe abrir, logo que ele vier e bater” (Lc 12,35s). Rins cingidos, lâmpadas acesas: vigilância no meio da noite deste mundo; o coração fixo na bendita e fiel memória do Senhor que virá! É isto que dá ânimo, é isto que nos faz relativizar as coisas e situações deste mundo, mantendo-nos na viva consciência de que o Senhor vem ao nosso encontro!
É disto que trata a comovente primeira leitura deste Domingo, quando recorda os nossos pais quando da escravidão no Egito: “Aquela noite fora de antemão conhecida por nossos pais, para que tivessem ânimo, sabendo com certeza em que promessa haviam crido. Teu povo esperava já a salvação dos justos e a ruína dos inimigos... De comum acordo, estabeleceram esta lei divina: que os santos compartilhassem igualmente bens e perigos, e começaram a entoar os hinos dos Pais” (Sb 18,6s.9b). A firme certeza de que o Senhor viria e libertaria os justos, isto é, os Seus fieis, e puniria os ímpios, já fazia Israel cantar os louvores de Deus e caminhar unido, numa comunidade de irmãos, no caminho da vida!

Não esqueçamos: aqui estamos de passagem; lá, na plenitude do Reino, permaneceremos para sempre! Aqui semeamos, lá colheremos; aqui, as sementes, lá, os frutos; aqui, a penumbra da fé, lá a claridade da visão, aqui, os primeiros tímidos raios da aurora, lá o dia pleno... E, no entanto, ainda vivendo aqui, na penumbra, na aurora de luz ainda indecisa, nunca esqueçamos: “Vós, meus irmãos, não andais em trevas, de modo que esse Dia vos surpreenda como um ladrão; pois todos vós sois filhos da luz, filhos do Dia. Não somos da noite nem das trevas” (1Ts 5,4s).

Governo retira urgência de projeto de armas a pedido de Rodrigo Maia

Resultado de imagem para fotos de armas de fogo
A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), aceitou retirar a urgência constitucional do projeto que flexibiliza a regulamentação da posse e do porte de armas (PL 3723/19) atendendo a pedido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).
Maia argumentou que a urgência constitucional dificultaria o andamento das pautas do Plenário, porque a Câmara só poderia votar medidas provisórias enquanto não fosse retirada. Ele prometeu votar urgência regimental para o projeto, que permite a concessão de porte de armas de fogo para novas categorias por decreto presidencial, além das previstas no Estatuto do Desarmamento.

Para refletir: As vozes do RN na política e “A nova primavera"

Resultado de imagem para fotos de alguem gritando com as mãos na boca

Jornalista Vicente Cerejo

Ao longo do passado, e mesmo que se comece só a partir da luta republicana, tivemos grandes vozes. Pedro Velho, Amaro Cavalcanti, Elói de Souza, Seabra Fagundes, Café Filho, Juvenal Lamartine, José Augusto, Georgino Avelino, Dinarte Mariz, Aluísio Alves e Cortez Pereira. Para citar os mortos. Hoje, que falaria por nós? Qual é a voz que se ergueria forte e diante do país?  Ontem Garibaldi Filho presidiu o Senado e Henrique a Câmara Federal.  E hoje?

Não exagero, mas também não escondo  nossa pobreza de vozes. Não temos ninguém no cenário nacional que represente a pequena e forte tradição que construímos ao longo do século que passou. Não temos como interferir  no turbilhão de vozes da vida política nas câmaras altas, ministérios e palácios. Estamos girando em torno de nós mesmos, num carrocel de cavalinhos e nos entregamos a própria sorte no pobre tartamudeio que de tão amador chega a inofensivo. 

Parece exagero de eloquência. Não é. E se amanhã fizéssemos um teste de densidade política e convocássemos uma entrevista coletiva em algum lugar em Brasília, qual o veículo de âmbito nacional que pautava a repercussão?  Basta ir além: e se pautássemos um político para falar ao Brasil das agruras que hoje vivemos, ou corremos o risco, quem pararia para ouvir? Só aqui, talvez, esses alguns poucos que sobem à mesa e aplaudem os poderosos de plantão.

Pode não ser agradável  insistir no pauperismo da nossa representação política, mas é urgente. Seria mais cômodo e mais simpático calar. Dizem que a velha tradição árabe, de saber milenar, advertem que os piores inimigos são as nossas próprias palavras. Melhor não dizê-las. Deixá-las prisioneiras do silêncio. A conveniência, ensinam os franceses, se faz pelo dito e o não dito.  É só saber a hora de falar e calar, dizer e não dizer. A vida fica fácil de ser vivida.

O pior que já vamos além do triste vale da mudez. Não temos quem formule no Rio Grande do Norte no exercício das idéias que não precisam nascer na riqueza econômica ou pobreza de outros. As grandes idéias só nascem daquela riqueza da inteligência que tivemos, fertilizada pela sensibilidade e o espírito público. Não. Só lançamos palavras em torno dos nossos próprios umbigos, e se neles estão escondidos todos os interesses pessoais. 

Mudo, sem voz que se eleve e estilhasse as vidraças da Câmara, do Senado e ministérios que ensombram a  Praça dos Três Poderes, como falaremos até pra estender a mão numa hora tão difícil? Contam que numa manhã parisiense um poeta notou que todos passavam e ninguém deixava uma moeda a um pobre cego. O poeta, então escreveu numa folha de papel: "É primavera em Paris e eu não vejo". Quem lutaria por nós, junto aos poderosos, por uma nova primavera?

De autoria do Jornalista Vivente Cerejo, publicado na sua coluna  Cena Urbana no Jornal Tribuna do Norte, edição da última terça-feira, 13 de agosto.  Cerejo é um dos melhores cronistas do jornalismo potiguar.

Do Blog. A crônica A nova primavera pelo seu conteúdo  e por tratar de um tema de tão grande importância pra todos nós potiguares, merece ser lida e refletida nos altares das igrejas e templos, nas salas de aula, nas praças, onde quer que tenha gente reunida, pois a pergunta é muito forte: "Cadê as vozes políticas do Rio Grande do Norte"?  Infelizmente estamos mudas.

Motociclista Geleia já percorreu 3.300 municípios brasileiros, em sua moto

Nesta terça-feira, 13 de agosto, quem esteve em São Paulo do Potengi, foi o motocilcista natural do estado de São Paulo, Vagner Geleia, acompanhado da sua esposa Natália. Em nossa cidade, o casal foi recepcionado  pelos estradeiros do Potengi, F. Silva, Rogério de Silva e Pedrinho de Chico Careca.

Desde 2011, que o casal, ele militar aposentado vem percorrendo o Brasil inteiro e grande parte da América do Sul, em uma moto. Geleia concedeu entrevista  ao editor deste blog na noite desta terça, no Programa Destaque Político levado ao ar pela Rádio Potengi AM.

O entrevistado nos disse que nesse período ele e a esposa já visitaram cerca de 3. 300 municípios brasileiros e que o projeto é chegar ao Alasca no Estados Unidos da América.  "O motoclubismo e o motociclismo estão criando  em todo Brasil a cultura de uma irmandade muito forte", disse ele.

Perguntamos ao motociclista: O que leva um casal a viver praticamente em cima de uma moto, morando na estrada?  "O gosto pela liberdade, pelo desejo de conhecer o povo brasileiro, que é fantástico, sua cultura diversificada, sua hospitalidade"... Disse Geleia.

Na foto acima, Geleia é o 2º da esquerda pra direita.

terça-feira, 13 de agosto de 2019

Peritos do ITEP identificam que 98% dos medicamentos apreendidos no RN eram falsificados e com riscos à saúde

O uso de medicamentos para o estilo de vida em busca de melhorias estéticas para o corpo têm aumentado significadamente nos dias atuais, seja para incremento de massa muscular, emagrecimento, disfunção erétil, entre outros. Porém, os consumidores precisam ficar atentos para não terem prejuízos para a saúde. Pesquisa desenvolvida no Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP-RN) mostra que 98,6% dos medicamentos apreendidos, nos anos de 2017 e 2018 em operações da Delegacia Especializada em Narcóticos, eram falsificados seja por não terem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ou não apresentar as substâncias descritas nos rótulos.
O trabalho desenvolvido no Núcleo de Laboratório Central de Perícias Forenses pelos peritos criminais Leonardo Rêgo e Lucas Nobre analisou 144 itens, dos quais apenas 6,3% apresentavam registro da Anvisa na embalagem.
“Na maior parte dos medicamentos analisados, foram identificadas a presença de esteroides anabolizantes (74,3%), seguidos de 22,9% de itens que não continham nenhuma substância ativa. Em 33,3% dos itens analisados, a substância detectada não era condizente com a descrita no rótulo do produto e 10,4% não apresentavam rótulo algum”, enfatizou o perito criminal Leonardo Rêgo.
Não foi detectada nenhuma substância ativa em 46,6% dos produtos que não apresentavam rótulo, sendo o restante (53,4%) apresentando esteroides anabolizantes na sua formulação.
“Esse estudo permitiu traçar um perfil dos medicamentos analisados, no qual foi observado que quase a totalidade era formada por substâncias anabolizantes esteroides”, concluiu o perito criminal Lucas Nobre.
Riscos à saúde
Os medicamentos falsificados podem gerar danos graves a saúde, que pode ir desde a não ação terapêutica pretendida (efeito placebo) a problemas relacionados a reações adversas. A população deve estar atenta ao adquirir produtos farmacêuticos para fugir das falsificações. Portanto, o perito criminal Leonardo Rêgo, que também é farmacêutico, dá algumas dicas do que ser observado na aquisição de um medicamento:
1- Compre sempre em estabelecimentos que contenham alvará para comercialização de medicamentos, como farmácias e drogarias;
2 – Verifique na embalagem a presença do registro do medicamento junto à ANVISA. É um número formado por 13 dígitos.
3 – Verifique se na embalagem do produto há a descrição do farmacêutico responsável, bem como o seu número de inscrição no conselho (CRF);
4 – Só adquira medicamentos que apresentem embalagens em bom estado de conservação e lacrados;
5- Verifique se há alteração no tipo de letra e no texto da embalagem ou da bula.
6 – Se possível, verifique as características físicas do medicamento, quanto ao formato e cor do comprimido, gosto do líquido e embalagem. Em muitos casos, o falsificador não consegue copiar todos os detalhes.
7 – Em caso de dúvida, entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) do fabricante do produto.
BG - Foto - Júlio Rocha

Reflexão sobre o Evangelho do último domingo, Lc 12,32-48 (parte I)


Breve Catequese Católica
Por Dom Henrique Soares 

Ontem, no Evangelho, o Senhor nosso, Jesus Cristo, ao mesmo tempo nos consolava e nos exortava: “Não tenhais medo, pequenino rebanho, pois foi do agrado do vosso Pai dar-vos o Reino” (Lc 12,32).

Primeiramente, o Senhor nos chama a nós, “Seus discípulos” (Lc 12,22)de “pequenino rebanho”Por que, “pequenino rebanho”?

Primeiro, porque sempre seremos poucos, uma minoria, dispersa por toda a terra, “estrangeiros da Dispersão”, como disse o Apóstolo São Pedro, na sua Primeira Carta (1,1). Nós não temos aqui na terra Cidade permanente: estamos a caminho, à procura daquela definitiva, que está para vir (cf. Hb 13,14). Somos como os nossos pais, tão belamente evocados na primeira leitura (cf. Hb 11,1-2.8-19): viveram de fé, viveram tendo o Senhor como sua única certeza, como sua riqueza e esperança; viveram sem construir casas, vivendo debaixo de tendas provisórias! Isto nós somos também: estrangeiros neste mundo, pois nossa pátria é o Céu, pobres, pois nossa riqueza definitiva é o Senhor. Ele mesmo nos exorta a isto: “Vendei vossos bens e dai esmola. Fazei bolsas que não fiquem velhas, um tesouro inesgotável nos Céus, onde o ladrão não chega nem a traça rói. Pois onde está o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração” (Lc 12,33s). Eis o pequenino rebanho: uns poucos, que têm em Deus sua certeza, sua segurança, sua esperança; uns poucos cuja existência não é alicerçada em seguranças da terra, mas no Céu de onde esperam sempre a salvação!

Também somos “pequenino rebanho” porque é como dizia o Apóstolo São Paulo: “Vede quem sois, irmãos, que recebestes o chamado de Deus; não há entre. Vós muitos sábios segundo a carne, nem muitos poderosos, nem muitos de família prestigiosa” (1Cor 1,26). A verdade é que não existe nem deve existir uma Igreja de Cristo poderosa, forte grupo de pressão, que grita e impõe! Pode até aparecer, na casca, como fenômeno, como aparência tristemente visível uma Igreja assim – e já apareceu tantas vezes na história; e ainda hoje tantos e tantos, à direita e à esquerda, têm saudades disto! Mas, a Igreja, verdadeiramente, no seu núcleo mais puro e verdadeiro, será sempre aquele rebanho pequeno, que encontra no Senhor a sua força, a sua riqueza, o seu alicerce, a sua razão de ser, o seu tesouro: “Deixarei em teu seio um povo humilde e pobre, e procurará refúgio no Nome do Senhor, o Resto de Israel” (Sf 3,12s). É este Resto, inquieto, esperançoso no Senhor, saudoso do Senhor, teimoso, fiel, que se alimenta da Palavra do Senhor e dos Seus santos Mistérios sacramentais; é este Resto, que não confunde o Evangelho com faniquitos ideológicos de momento, que não procura glória mundana, triunfos mundanos nem aplausos dos bem pensantes de ocasião, que não coloca esperança ou salvação em modas ideológicas pomposas, sedutoras, ilusórias e fugazes, mas somente no Senhor, no Eterno, no Vencedor da Morte; é este o “pequenino rebanho” que receberá o Reino!

“Não tenhais medo, pequenino rebanho, pois foi do agrado do vosso Pai dar-vos o Reino” (Lc 12,32).
Por que este pequenino rebanho, núcleo duro da Igreja de Cristo, é que receberá o Reino?
Simplesmente porque não se distraindo do essencial, não desviando os olhos do Cristo Jesus, mas “com os olhos fixos Naquele que é o Iniciador e Consumador da fé, Jesus” (Hb 12,2), não se deixa seduzir pelo mundo e o mundano,
não tira os olhos do único necessário,
não desvia o olhar e o coração do Cristo Jesus,
não se distrai da meta,
não se fecha em si mesmo e nas suas ideias, mas permanece ouvindo como um discípulo,
persiste em crer no Senhor, em procurá-Lo na oração, em esperar Nele, mesmo que tudo pareça perdido,
conserva fielmente no coração a fé católica e apostólica, sem paganizá-la ou fazer concessões mundanas,
teima em avaliar o mundo segundo Cristo e não mundanizar o santo Evangelho do Senhor, deturpando-o,
suporta as tremendas demoras de Deus, correndo com perseverança humilde a corrida que o Senhor nos faz correr (cf. Hb 12,1).

Este é o rebanho pobre, humilde, que não conta para o mundo, que não é querido pelos grandes e sábios do mundo; estes são os que muitas vezes não têm vez sequer no meio de muitos irmãos... Sendo nada, esvaziando de si próprios, eles vão abrindo-se para o Senhor Deus e deixando que Ele reine verdadeiramente nas suas vidas. E, então, o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo reina no coração deles e entre eles! “Não tenhais medo, pequenino rebanho, pois foi do agrado do vosso Pai dar-vos o Reino” (Lc 12,32).

Prefeitos potiguares podem receber renda extra


Os 167 prefeitos potiguares contam com a expectativa de que, em dezembro, poderão receber uma renda extra que deve chegar a um volume equivalente a dois meses e meio de Fundo de Participação dos Municípios (FPM) por conta do leilão da cessão onerosa da exploração do pré-sal, estima o presidente da Federação dos Municípios (Femurn), José Leonardo Cassimiro de Araújo.

“Naldinho”, como é conhecido o presidente da Femurn, diz que esse leilão da cessão onerosa está previsto para ocorrer em 20 de novembro. Segundo ele, a área econômica do governo federal prevê uma arrecadação do leilão em torno de R$ 106 bilhões, dos quais R$ 36 bilhões vão ficar com a Petrobras, no fundo social, enquanto R$ 70 bilhões ficam com a União, que rateará 30% do volume desses recursos, meio a meio entre estados e municípios.

Assim, explica o presidente da Femurn, serão rateados entre estados e municípios cerca de R$ 21 bilhões, ficando, então, cerca de R$ 10,5 bilhões para serem distribuídos com os mais de 5.600 municípios do Brasil.

Para “Naldinho”, que é prefeito de São Paulo do Potengi, “a grosso modo, o que foi avaliado, é que provavelmente cada município receberá de uma vez só, que é resultado desse leilão, dois FPMs e meio, o que acontecerá nos últimos dias de dezembro ou nos primeiros dias de janeiro de 2020”.

O presidente da Femurn exemplificou que no caso dos municípios de coeficiente 0.6, que são 96 ou 57,48% dos municípios do Rio Grande do Norte, poderão receber de recursos extras cerca de R$ 1,28 bilhões, considerando os três repasses ocorridos em julho, que alcançou R$ 515,79 mil para cada município de coeficiente 0.6.

Segundo ele, são recursos que vão dar “pelo menos para pagar o que está atrasado”, porque até o fim do ano “a ressaca de recursos será muito grande”, uma vez que julho, agosto, setembro e outubro são os repasses mais baixos de FPM. Com esse dinheiro, acrescentou ele, boa parte servirá para o trivial – pagar fornecedores de bens e serviços e atualizar folha de pagamento, porque em dezembro também é mês de pagar 13º salários.

O presidente da Femurn fez essas estimativas por ocasião do lançamento de uma plataforma digital para os municípios, no Fórum “O Mais RN e o Desenvolvimento Municipal”, promovido ontem pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern).

“O Mais RN é um plano, uma ferramenta de planejamento para o Estado e para os municípios potiguares”, afirmou o presidente da Fiern, Amaro Sales, ao relatar que o programa “Mais RN” foi lançado há cinco anos.

Amaro Sales chegou a dizer, na ocasião, que se há cinco anos já tivessem sido adotadas medidas sugeridas no “Mais RN”, o Estado não estaria passando pela situação em que se encontra hoje, de desequilíbrio fiscal e atraso no pagamento de salários dos servidores e a prestadores de bens e serviços. Sales disse que o empresariado não executa políticas públicas, mas tem o direito de sugerir: “Vamos cobrar, o papel da Fiern é cobrar desenvolvimento”.

O Fórum contou com uma palestra do consultor empresarial José Bezerra Marinho, que afirmou ser o “Mais RN um Plano de Desenvolvimento também com informações vivas, atualizadas sobre os municípios uteis, prontas para uso, alimentadas por todas a prefeituras e funcionando como uma grande mesa de reunião digital permanente”.

Números

106 bilhões de reais devem ser arrecadados com o leilão

10,5 bilhões de reais serão rateados com os municípios

Com informações da Tribuna do Norte e do SPPNews

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Do prefeito Naldinho sobre a sua sucessão: "O povo é quem vai dizer quem vamos apoiar pra prefeito"

Resultado de imagem para fotos de naldinho na rádio potengi
Em recente conversa com o editor deste blog, o prefeito de São Paulo do Potengi, Naldinho, que atualmente também preside a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, falou a respeito do término da sua administração e  a respeito da sua própria sucessão.

O prefeito comentou que até o fim do seu mandato, no próximo dia 31 de dezembro de 2020, sua gestão entregará cerca de 20 novas obras aos potengienses, a exemplo de Unidades Básicas de Saúde, novas ruas calçadas, praças em diferentes pontos da cidade, ampla reforma do Estádio Municipal Augusto Gomes, dentre outras.

O presidente da FEMURN disse também, que vai  escutar o povo pra saber  quem o grupo político que ele lidera  vai apoiar pra o Executivo Municipal, no próximo ano.

Disse Leonardo: "Do nosso lado, vários nomes, todos eles capazes de conduzir os destinos da cidade pólo do Potengi, demonstram o desejo de concorrer a cadeira atualmente ocupada por minha pessoa. São eles: João Cabral, Dailva Bezerra, o vice-prefeito Erivan de Seu Elino, Professor Jefinho, Alexandre Peixe,  Paulo de Alfeu e Hudson Azevedo, dentre outros que possam surgir."

Continuou Naldinho: "Fizemos uma reunião com todos os pretendentes, mostrando a eles que quem reunir melhores condições de intenções de voto mediante uma pesquisa que será feita, esse nome será o nosso candidato ou candidata". "O povo é quem vai dizer pra onde a correnteza do rio vai correr". Concluiu José Leonardo.

Voltaremos ao assunto.  

Imagens da formatura da EJA da Escola Estadual Dinarte Mariz

Na noite do último dia oito de agosto aconteceu no auditório da Escola Estadual Dinarte Mariz, em nossa cidade, a solenidade de colação de grau dos alunos concluintes do Ensino Médio da Educação de Jovens e Adultos daquele Estabelecimento de Ensino.

Foi uma solenidade simples, porém bastante participativa, que contou com a presença da direção da Escola, professores, funcionários formandos, familiares e convidados. Fotos cedidas.

MULTICLÍNICA LAPAC

MULTICLÍNICA LAPAC

ALEX SUPERMERCADO E PADARIA

ALEX SUPERMERCADO E PADARIA

AUTORIZA SEGUROS

AUTORIZA SEGUROS

UNIFARMA BENTO

UNIFARMA BENTO

Auto Escola São Paulo

Auto Escola São Paulo

ACADEMIA FORÇA E SAÚDE

ACADEMIA FORÇA E SAÚDE

Arquivo

.

.
Tecnologia do Blogger.