sábado, 20 de abril de 2019

Sábado de Aleluia: À espera de uma Nova Criação

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, atividades ao ar livre e natureza
Breve Catequese Católica
Texto retirado da Página "Papista", no Facebook [1]

Liturgia: Sábado Santo - Vigília Pascal

Leituras (resumo):

Gn 1,1–2,2
Salmo 104(103)
Gn 22,1-2.9.10-13.15-18
Lc 24,1-12

A Liturgia de hoje é tanto uma reflexão como uma promessa, como é a mensagem do Evangelho do Senhor. Devemos estar vigilantes enquanto esperamos o Senhor, pois sabemos que Sua Ressurreição é uma promessa de um novo começo.

Na primeira leitura, refletimos sobre a Criação. Por quê? O Domingo de Páscoa é a resposta! Esperamos pelo Senhor que fará uma Nova Criação. Não uma nova criação material, recomeçando do zero. Algo muito melhor! Uma nova criação espiritual do mundo, elevando o antigo aos Céus, reunindo novamente nEle a família divina.

É a renovação que cantamos, esperançosos, nos Salmos de hoje. Enquanto isso, também cantamos a expectativa que a morte do Senhor criou. A promessa parece boa demais para ser verdade. Graças a Deus, é verdade! Podemos cantar com o coração cheio da alegria do Senhor que tudo nEle se cumpre.

As leituras que temos em seguida marcam também o preço que foi pago pelo Senhor. O sacrifício de Isaac era um teste. Ele não resolveria o problema do pecado. Apenas o de Cristo nos libertaria. Será que quando chegar a hora do nosso teste, seremos como Abraão e iremos até o fim, na certeza da libertação do Senhor? Será que seremos como Moisés na outra leitura (Ex 14,15–15,1)? Ou teremos a fé dos profetas que seguiram tudo o que o Senhor mandou até o fim? Vigiai e orai!

No Evangelho de hoje, temos a certeza de que a nossa vigilância vale a pena. As mulheres da leitura de hoje foram as primeiras testemunhas. Elas tinham esperança que por vezes nos falta. São Pedro viria depois. Em seguida, no domingo, todos verão e acreditarão.

Levemos essa mensagem de esperança enquanto vigiamos e oramos. É pelo nosso testemunho, assim como das mulheres e dos apóstolos, que o mundo saberá a verdade do Evangelho. A Verdade que liberta e cria um mundo novo de amor.

Vem, Senhor Jesus!

Em Cristo, entregue à proteção da Virgem Maria,

um Papista

Após a morte de Jesus, apenas Maria creu que a Ressurreição ocorreria

Maria, com a alma transpassada por uma espada (Lc 2:34-35)
Breve Catequese Católica
Por Silvério Filho

Entre a paixão e morte, na Sexta-Feira Santa, e a Ressurreição de Cristo, no Domingo de Páscoa, a Igreja vivencia o "grande silêncio", ocasionado pela ausência do rei, que está morto. [1] 

Neste intervalo de tempo, duas realidades se oferecem à nossa meditação. A primeira é a descida de Jesus Cristo à mansão dos mortos, à cisterna sem água (Zc 9,11), onde os justos da antiga aliança o esperavam, para serem aspergidos com Seu sangue e, finalmente, libertados; a segunda é a fé inquebrantável da Toda Santa Mãe de Deus, a Virgem Maria, a única que verdadeiramente creu na Ressurreição do Seu Filho, quando todos os outros ou fugiram, ou necessitaram de comprovação para verdadeiramente crer[2]. Este artigo será focado neste segundo aspecto.


Nosso Senhor Jesus Cristo, em diversas passagens dos evangelhos, disse que, para cumprir sua missão, haveria de morrer e ressuscitar ao terceiro dia. Apesar de Ele ter deixado isto claro, os apóstolos, no momento fatídico, não acreditaram. Já na Sexta-Feira Santa, antes da morte do Messias, Judas o traiu, São Pedro o negou e, dos outros dez, nove fugiram, tendo permanecido aos pés da cruz somente São João, o amado.

Os que o abandonaram não tinham fé na ressurreição, uma vez que fé é "a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem" (Hb 11.1), sendo, ainda, dom gratuito de Deus, o qual o homem não obteria se não fosse o auxílio da Graça (Ef 2,8). Ora, se eles estivessem envolvidos pela graça de Deus ao ponto de terem convicção na Ressurreição, não teriam abandonado o Messias.

Durante o martírio do Salvador, permaneciam ao seu lado, além de São João, as mulheres que estavam com o Cristo Crucificado: Maria Santíssima, Maria Madalena, Maria de Cleófas e Salomé (Jo 19:26-2, Mt 27:56 e Mc 15:40). Contudo, essa perseverança não durou até o Domingo de Páscoa.

Relata-nos São Marcos (Mc 16, 1-3) que Maria Madalena, Maria de Cleófas e Salomé compraram perfumes para ungir o corpo de Jesus, e se perguntavam quem retiraria a pedra do sepulcro para que pudessem perfumá-lo. Ora, se pretendiam perfumar o cadáver de Cristo, não criam efetivamente na sua ressurreição.

São João, por sua vez, em seu próprio relato do evangelho (Jo 20, 1-8), afirma que, no domingo bem cedo, Madalena e Maria de Cleófas se dirigiram ao túmulo e, ao perceberem que estava vazio, voltaram para contar o ocorrido a São Pedro e a ele. Ao ouvirem o testemunho, os dois apóstolos correram em direção ao túmulo, a fim de "ver com os próprios olhos". Ao chegarem lá, São João afirma que entrou no túmulo, viu e creu (Jo 20, 8). Ora, se creu quando viu, é porque não cria antes de ver. [3]

Diante disto, daquelas pessoas que ficaram com Cristo até o fim do martírio (os outros já o tinham abandonado antes), apenas uma não esteve presente em nenhuma das descrições bíblicas referentes à ida ao túmulo vazio ( Cf. Lc 24; Mt 28; Jo 20; Mc 16): a Virgem Maria. E não foi ao túmulo porque sabia que o corpo não estava lá.  


De fato, ninguém tinha a certeza, além de Maria, que Cristo fora, efetivamente, concebido pelo Espírito Santo. Por ter um bebê gerado em seu ventre sem relação sexual, só ela realmente tinha certeza da natureza divina dEle e, portanto, que haveria de ressuscitarPelo mesmo motivo, a Bíblia não relata que Jesus apareceu a ela logo após a Ressurreição.  Mas por que Cristo não apareceria logo a sua mãe, cuja alma havia sido transpassada por uma espada, nas palavras do velho Simeão (Lc 2:34-35)? Simples: porque ela não precisava ver para crer.


Por esta fé inquebrantável, que persistiu ao silêncio e à agonia da ausência do filho amado, o magistério católico ensina que, no sábado santo, a Igreja de Cristo na Terra se restringiu à Nossa Senhora. E é nesta fé que nos agarramos neste momento de silêncio, à espera da Páscoa daq'Ele que venceu a morte.

[1] https://padrepauloricardo.org/blog/um-grande-silencio-reina-sobre-a-terra
[2] https://padrepauloricardo.org/episodios/sabado-santo-entre-a-morte-e-a-ressurreicao?utm_content=buffer86c37&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer
[3] https://www.youtube.com/watch?v=zWkc3uXbkss

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Nesta Sexta-Feira-Santa tem a Celebração da Adoração da Cruz na Matriz de São Paulo

Resultado de imagem para fotos da celebração da adoração da cruz em sao paulo do potengi
Nesta Sexta-Feira-Santa, 19 de abril, logo mais às 18 horas haverá a Celebração da Paixão de Cristo e a Adoração da Cruz, na Matriz de São Paulo Apóstolo, em nossa cidade. A Celebração  que marca a Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus e Salvador da Humanidade será presidida pelo nosso pároco Padre Ramos.

Logo depois da Adoração será iniciada a Via-Sacra saindo da Matriz até a Capela de Santa luzia no Bairro Santos Dumont.

quinta-feira, 18 de abril de 2019

Papa Francisco lava o pé de um brasileiro preso, nesta Quinta-Feira-Santa

O Papa Francisco lavou e beijou os pés de 12 presos nesta Quinta-Feira-Santa (18) na Cerimônia do Lava-Pés, um deles era brasileiro.
Desde que assumiu o pontificado, Francisco tem realizado o tradicional rito católico fora das grandes basílicas de Roma e passou a escolher locais como centros de imigrantes e asilos.
Neste ano, a prisão da cidade de Velletri, a cerca de 40 km ao sul de Roma, foi a eleita.
Foi a quinta vez que o Santo Padre celebrou o rito, que comemora o gesto de humildade de Jesus com seus apóstolos na véspera de sua morte.
O Papa disse aos presos que, na época do Cristo, lavar os pés das visitas era um trabalho para escravos e servos.
“Esta é a Lei de Jesus e a Lei do evangelho. A Lei do serviço, não de dominação ou humilhação dos outros”, disse o Pontíficie.
Além do brasileiro, havia nove italianos, um marroquino e um marfinense (nacional da Costa do Marfim) entre os presos que tiveram seus pés lavados. 

Dona Maria Eugênia lançará seu livro "Meu Sonho", em São Paulo do Potengi

A imagem pode conter: 2 pessoas, incluindo Maria Eugênia De Melo Bentes, pessoas sorrindo, texto
No próximo domingo, 21 de abril, a partir das 10 horas, no auditório do Colégio São José, em nossa cidade, a professora Maria Eugênia fará o lançamento do livro de sua autoria: "Meu Sonho".

Dona Maria, esposa do senhor Robertinho, que por vários anos residiu em São Paulo do Potengi, ele que era funcionário da EMATER-RN. Ela, que foi professora do Colégio São José, lecionando Matemática e Desenho. Dentre muitos o editor deste blog teve a satisfação de ser seu aluno. Mãe dentre outros filhos, dos nossos amigos Gervásio, Geilton. 

Segundo sua filha Ana Emília publicou no seu facebook, Dona Maria coloca na referida publicação seus pensamentos, histórias e vivências em forma de poesias, tudo escrito com muito amor e carinho.

Ana disse também, que a escritora escolheu São Paulo do Potengi para o lançamento do livro, pois foi em nossa cidade onde ela viveu os melhores anos de sua vida, onde deixou amigos maravilhosos e um legado de ensinamentos e aprendizagens.

Dona Maria e Seu Robertinho com uma larga folha de serviços prestados aos potengienses fizeram parte por um longo tempo, do time de colaboradores  do Profeta das Águas, Monsenhor Expedito Medeiros.

Vale a pena participar do lançamento de "Meu Sonho" e adquirir seu exemplar. Está todo mundo convidado.

Cobertura completa aqui no blog.

quarta-feira, 17 de abril de 2019

A MIAUDOTA foi criada em São Paulo do Potengi

Em Assembleia realizada na noite desta terça-feira, 16 de abril de 2019, no Sindicato dos Trabalhadores  da Agricultura Familiar, foi criada a Associação Protetora dos Animais do Município de São Paulo do Potengi. A Associação será chamada de MIAUDOTA.

O presidente eleito foi Elias Alves Farias (Elias de Seu Elino), o tesoureiro é o professor Renato Dantas (do IFRN) e a diretora executiva é Paula Cabral.

O mandato do vereador João Cabral participou de todo processo de criação da Associação, inclusive com a iniciativa de convocar a população para instituí-la. Um bom número de pessoas se interessaram e estão participando da nova e importante Associação.

SPP News

Alan Garcia, ex-presidente do Peru suicidou-se com um tiro

O ex-presidente peruano Alan Garcia (69 anos) antes de ser preso na manhã de hoje (17), por policiais que chegaram a sua residência, em Lima para detê-lo por suposto envolvimento   num caso de corrupção com a empresa brasileira Odebrecht, ele tentou suicídio com um tiro de arma de fogo na sua cabeça. O ex-presidente foi socorrido pra um hospital pelos próprios policiais, onde veio a falecer.

Com informações do G1

Jovens do NUCA foram entrevistados na Rádio Potengi AM

Na noite desta terça-feira (16), um grupo de jovens  que faz parte do Núcleo de Cidadania dos Adolescentes de São Paulo do Potengi, concedeu uma entrevista ao editor deste blog  no Programa Destaque Político levado ao ar pela Rádio Potengi AM, de segunda a sexta-feira a partir das 18 horas e 10 minutos.

Os entrevistados falaram a respeito das atividades do Núcleo, cujo principal objetivo é incentivar o adolescente a participar das políticas públicas, culturais... da comunidade buscando colocar em prática  a sua cidadania.

O NUCA funciona no Centro de Fortalecimento de Vínculos, localizado na antiga quadra de esportes do Padre e é ligado a Secretaria Municipal de Assistência Social local.

Governo do RN pretende iniciar pagamento de salários atrasados, em maio

Após anunciar para o dia 26 de abril o pregão eletrônico que pretende definir a antecipação dos recursos provenientes dos royalties do petróleo, o Governo do Rio Grande do Norte está trabalhando com a possibilidade de iniciar os pagamentos dos salários atrasados dos servidores do Estado a partir de maio. Pelo menos foi isso o que disse o titular do Gabinete Civil, Raimundo Alves, em entrevista ao programa a “A Hora é Agora”, da Rádio 97,9 FM.
Na oportunidade, o secretário afirmou que, dando tudo certo com a venda antecipada dos royalties, o Poder Executivo pretende começar a pagar os passivos por ordem cronológica, ou seja, pelo que está em situação devedora há mais tempo. Neste caso, os primeiros valores a serem pagos seriam referentes ao 13º salário de 2017. Logo depois seriam iniciados os pagamentos para quitar o mês de novembro do ano passado.
“Se conseguirmos os recursos extraordinários, o primeiro passivo a ser pago será o mais antigo, que é o 13º de 2017. Acredito que com a negociação da folha já dá pra entrar no que resta de salário de novembro de 2018, dando uma boa adiantada. No pregão (dos royalties) definiremos qual a melhor proposta. Somente a partir daí iremos estabelecer as condições, definições de datas, etc… eu acredito que até maio dá pra gente concluir essa fase”, aprazou o secretário.
Blog do Primo

4ª DIREC reúne diretores das escolas estaduais da jurisdição

Na manhã desta terça-feira, 16 de abril, aconteceu no Auditório da 4ª Diretoria Regional da Educação, com sede em nossa cidade, uma importante reunião com a participação da direção, técnicos e diretores da escolas estaduais jurisdicionadas.

O encontro que contou com a presença das técnicas da Subcoordenadoria da Inspeção Escolar/SEEC/RN, Valdicélia e Andreia, com o apoio dos técnicos da 4ª DIREC, Luciano e Vera Lúcia teve como objetivo, orientar os gestores escolares sobre a atualização das autorizações de funcionamento das referidas escolas. 

MULTICLÍNICA LAPAC

MULTICLÍNICA LAPAC

MESTRE DOS SALGADOS

MESTRE DOS SALGADOS

UNIFARMA BENTO

UNIFARMA BENTO

Auto Escola São Paulo

Auto Escola São Paulo

Arquivo

.

.

.

.

.

.
Tecnologia do Blogger.

MESTRE DOS SALGADOS

MESTRE DOS SALGADOS