terça-feira, 10 de abril de 2018

PT confirma candidatura de Fátima e divide opiniões quanto a impacto da prisão de Lula

Reprodução Jovem Pan News
Ciro Marques
Após alguns dias “fora” das questões locais para apoiar o discurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em São Bernardo (ABC Paulista), a senadora Fátima Bezerra, do PT, deve retomar em breve os debates sofre a política local e, claro, a pré-candidatura dela ao Governo do Estado. Resta saber, porém, se com a prisão do líder máximo petista, o nome de Fátima na disputa pelo Executivo Estadual seguirá liderando as pesquisas ou se perderá fôlego até outubro. Para o Partido dos Trabalhadores no Rio Grande do Norte, não. Para potenciais adversários, sim. Para cientistas políticos ouvidos pelo Agora RN, “depende”.

Para o PT no RN, o “não” é porque Fátima estaria “além” da imagem do ex-presidente. “A senadora vai ser candidata. As eventuais implicações desse quadro nacional, a gente vai ter que esperar para confirmar. A candidatura tem uma sólida base popular e que goza de uma respeitabilidade que nos torna confiantes de que, a despeito das questões nacionais, será uma candidatura para efetivamente para disputar e ganhar as eleições”, afirmou Júnior Souto, presidente do Diretório Estadual petista.

Souto, inclusive, destacou que, apesar da candidatura de Fátima ser destaque e prioridade para o PT Nacional, já era esperado que não houvesse agenda de Lula no RN. Com isso, a prisão do ex-presidente também não deverá mudar o cronograma a ser estabelecido para o pleito. “Essa possibilidade não estávamos nem cogitando diante dessa turbulência do quadro nacional. Então, não tinha uma agenda previamente pensada, um período de passar. O que nós sabemos é que seria impraticável”, revelou.

Para o cientista político Daniel Menezes, o impacto também não deverá ser tão considerável neste momento porque a popularidade de Fátima não é fruto apenas de Lula. “A questão fundamental neste momento não é Lula, é Temer. É isso que beneficia Fátima aqui, o fato dela estar mais distante de Temer, de governos mal avaliados. Não acho que a prisão de Lula vai atrapalha-la. A princípio. A não ser que tenhamos grandes mudanças. Mas a própria Lava Jato tem dificuldades de enfrentar a prisão do ex-presidente porque ela terá que mostrar que prende todo mundo. Enquanto a Operação não entregar outras cabeças, ficará em cheque para os eleitores de Lula e deixa a base do PT protegida”, avaliou Menezes.

Potenciais adversários de Fátima no pleito deste ano para o Governo do RN, o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT) e o deputado estadual Kelps Lima (SOLIDARIEDADE) se manifestaram sobre a prisão do ex-presidente e a lamentaram. Mas enquanto Carlos Eduardo preferiu não comentar uma eventual influência dela na candidatura de Fátima, Kelps foi além.

“Fátima tem um valor próprio. Discordo de muito do que ela defende, mas eu reconheço que ela tem valor próprio. E ignorar isso é não fazer uma leitura sensata das coisas. Mas acho que a prisão de Lula abala sim o PT, porque se você tem um político que é um líder e esse líder conduz um processo e, de repente, ele está na cadeia, incomunicável, não tem como você não abalar as estruturas de um partido orgânico como é o PT. Acho que afeta sim. O quanto afeta, ninguém sabe”, avaliou o deputado.
 AGORA RN

0 comentários:

Postar um comentário

Sua postagem dependerá do Moderador do Blog.

Não publicamos comentários sem assinatura (Anônimos).

Obrigado pelo comentário. Sua ajuda faz nosso trabalho melhor.
_____________________________
Equipe do Blog do Silvério Alves

UNIFARMA BENTO

UNIFARMA BENTO

Multiclínica Lapac

Multiclínica Lapac

Auto Escola São Paulo

Auto Escola São Paulo

Arquivo

.

.

.

.

.

.
Tecnologia do Blogger.