quarta-feira, 3 de maio de 2017

Após desastres, Governo recupera e entrega primeiro pavilhão de Alcaçuz

A Secretaria de Infraestrutura do Estado (SIN) entregou à Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (Sejuc), na manhã dessa terça-feira 2, o registro de inauguração do primeiro pavilhão reformado na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, após as ondas de rebeliões no início do ano. O pavilhão 3 do presídio está sendo entregue principalmente para acomodar parte dos presos que tinham sido transferidos quando a área foi interditada.
Mesmo com os pavilhões 1 e 2 ainda em obras, a celeridade na entrega de um dos pavilhões foi devido à necessidade em recolocar alguns detentos novamente na penitenciária. Em março, mais de 100 agentes da Força Nacional, em conjunto com a Sejuc, realizaram a transferências de cerca de 500 presos.
Segundo o secretário da SIN, Jader Torres, diversas melhorias estão sendo realizadas no intuito de trazer novamente a ordem e segurança de Alcaçuz. “Os melhoramentos foram sugeridos pela Força Nacional, com a experiência que eles têm. O pavilhão 3 ficou outro, bem diferente do que era antes em termos de segurança, aos agentes e aos presos”, afirma.
Dentre as reformas feitas na área, o secretário destaca que foram instalados novas trancas, grades intermediárias no corredor, locais com telas de vidro e interfone para advogados atenderem os presos, novas estruturas para os agentes, e plataformas de acesso à parte exterior, que possibilitam o controle e visão do pátio e galerias do presídio.
Além disso, Torres também aponta que os novos sistemas de eletricidade foram adequados na área externa, com o fim de impedir que detentos possam carregar aparelhos eletrônicos, “ou seja, dentro da cela não tem como eles carregarem celular”. “Foram retiradas todas as tomadas das celas, a iluminação que existe hoje vem da parte externa, eles não têm acesso a afiação”, diz.
Orçado em R$ 1,9 milhões para os três pavilhões, as reformas iniciaram em março. As previsões são de que em duas semanas o pavilhão 2 seja entregue, e em três semanas fique concluído o 1.
Em janeiro, logo após as rebeliões de Alcaçuz, o governador Robinson Faria (PSD) anunciou a intenção de fechar a penitenciária. “Por enquanto estamos reestruturando porque não temos onde colocar esses presos, mas quando forem construídos novos presídios, eu não sei qual será a intenção do governador”, conclui Jader.
AGORA RN

0 comentários:

Postar um comentário

Sua postagem dependerá do Moderador do Blog.

Não publicamos comentários sem assinatura (Anônimos).

Obrigado pelo comentário. Sua ajuda faz nosso trabalho melhor.
_____________________________
Equipe do Blog do Silvério Alves

Arquivo

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.
Tecnologia do Blogger.