sábado, 14 de maio de 2016

Potengi: Governo reinicia a construção da Estrada da Produção


A Estrada da Produção, que liga o Potengi ao Seridó, iniciando em São Tomé (Potengi), passando por Cerro-Corá, indo até Tenente Laurentino (Seridó), foi reiniciada nesta-sexta-feira (13) de maio, pelo Governo do Rio Grande do Norte, gestão Robinson Faria. Estrada que é uma luta antiga, tendo a frente várias lideranças políticas e comunitárias, a exemplo do ex-prefeito de São Tomé, Babá, depois de contruída será a redenção desenvolvimentista para  as duas regiões.

O aniversário de Dona Laurita

Dona Binha, ao centro, com familiares e amigos
Quem aniversariou no dia de ontem foi dona Laurita, mais conhecida como dona Binha, mãe de Vera e avó de Silvério Filho. 

Almoçarmos com parte de família, em comemoração, e, à noite, foi feito um bolo e homenagem à matriarca. 

A dona Binha, mulher guerreira, os nossos parabéns.

A aniversariante com a sua filha Vera

Prefeito Naldinho já voltou de Brasília e deverá tomar decisões políticas nas próximas horas

Naldinho, em Brasília, na foto, 2º da esquerda pra direita
Na manhã desta sexta-feira (13), o prefeito de São Paulo do Potengi, Naldinho chegou  de Brasília, onde foi participar da Marcha Nacional dos Prefeitos. Na capital federal, o gestor local conseguiu emendas no valor de 550 mil reais que serão aplicados em calçamento na nossa comunidade. Durante todo dia o prefeito tomou providências administrativas e conversou com assessores e correligionários, sobre decisões políticas  em torno da sucessão municipal, que deverão ser tomadas nas próximas horas.

Teremos outras informações.

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Temer diz que não vai' fazer milagres'

O vice-presidente Michel Temer discursa durante congresso do PMDB em Brasília (DF) - 17/11/2015

O presidente interino Michel Temer (PMDB) disse que não vai “fazer milagres” em dois anos, tempo que ficará no cargo até as próximas eleições caso a presidente afastada Dilma Rousseff (PT) sofra um impeachment.
Em entrevista à revista “Época” nesta sexta-feira (13), Temer também afirmou que ainda não “caiu a ficha” de que ele assumiu a Presidência nesta quinta, e que pretende trabalhar para “botar o país nos trilhos”, em referência à crise econômica e política que o Brasil atravessa.

Por isso, as prioridades do novo governo serão recuperar a confiança do mercado na economia, tarefa sob responsabilidade do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), e melhorar as relações entre o Planalto e o Congresso, estremecidas durante o governo Dilma.

A maioria dos ministros escolhidos por Temer vem do Congresso. Das 23 pastas, 13 são comandadas por deputados e senadores, o que representa 57% da nova formação da Esplanada.

Outra prioridade do presidente interino é a reformulação do pacto federativo, tema que abordou em seu primeiro discurso oficial no cargo. O peemedebista afirma que há um desequilíbrio entre os tributos que vão para a União e o que é recebido por Estados e municípios.

Folha

São Paulo do Potengi viverá um final de semana movimentado politicamente


Informações de fontes certas que chegaram a nossa redação, dão conta de que São Paulo do Potengi viverá um final de semana bastante movimentado em termos políticos. Possivelmente, decisões importantes serão tomadas pelos principais grupos políticos da cidade, no rumo da sucessão municipal que se avizinha. A equipe deste blog está apurando os fatos.

Há qualquer momento teremos novas informações.

Hoje (13) tem a I Cavalgada Mariana de São Paulo do Potengi


Hoje, 13 de maio, dia de Nossa Senhora de Fátima, logo mais a partir das 17 horas,  acontecerá em nossa cidade, a I Cavalgada em homenagem a Nossa Senhora (sem bebida alcoólica). O evento começará na Praça Monsenhor Expedito e será encerrado no Assentamento Pedra Branca, onde ocorrerá a celebração da santa missa.

Cobertura completa aqui no blog.

quinta-feira, 12 de maio de 2016

A Raposa Política e o "amigo mosca de padaria"


A Raposa Política foi vista ao meio dia desta quinta-feira (12), almoçando na Carne Assada do Ari, em nossa cidade, citando pra quem quisesse ouvir, um trecho de uma entrevista do senador Magno Malta, que falava a respeito da situação política da presidente:

"Politicamente você vale quanto pesa. Quando você chega ao poder, você tem amigos verdadeiros, que são poucos. Tem também "os amigos mosca de padaria", aqueles que estão onde o doce está. Quando o doce acaba ou muda de mãos, eles vão pra onde o doce está".

Foi aí que alguém que também almoçava, perguntou: "Raposa será que aqui na ribeira do Potengi, também tem político 'mosca de padaria'?"

A Raposa levantou-se calmamente, sorriu, deu calado por reposta, pagou a conta e saiu faceira, faceira.

Viixxee!

O governo da covardia e da traição


Por Silvério Filho, estudante de Direito

A manhã de hoje, 12 de maio de 2016, entrou para a história política do Brasil no momento em que o Senado Federal instaurou o processo de impeachment e afastou, temporariamente, a Presidente Dilma Roussef, por até 180 dias, assumindo o vice, Michel Temer, as chefias de estado e de governo do Brasil.

Contudo, embora Temer também tenha sido eleito (quem votou em Dilma, votou nele) e seja, portanto, legítimo para assumir esta função, há diversos problemas morais, éticos e políticos que atingem seu governo desde o início. 

Não entrando no mérito da existência ou não do crime de responsabilidade, assunto técnico demais para ser discutido aqui, o fato é que não só Michel Temer, como todo o PMDB, beneficiaram-se das medidas tomadas por Dilma Roussef, as quais agora são objeto de julgamento por parte do Senado Federal.

É fato, também, que se tiver havido corrupção, e a existência desta corrupção influenciar no processo do impeachment, o PMDB esteve tão ou mais envolvido nela do que o próprio PT. 

É fato, ainda, que se a presidente tomou medidas erradas na gerência do país (e eu acho que tomou), o PMDB participou ativamente delas, como a principal bancada do Congresso a lhes fornecer respaldo. 

É fato, além do mais, que num ato de covardia, o PMDB esperou até o último minuto para deixar os cargos que tinha no Governo Federal, inclusive os ministérios. Há quem diga, aliás, que o próprio Michel Temer beneficiou-se de dados obtidos na época em que Dilma o nomeou como ministro das Relações Institucionais, utilizando-os nas negociações para que o impeachment passasse na Câmara e no Senado. Aproveitou-se da confiança da presidente para agir em benefício seu e do partido. 

Não bastasse tudo isso, Michel Temer há de enfrentar muita dificuldade na implantação das "medidas impopulares" que seu plano governamental propõe, já que o agora presidente tem baixíssima aprovação popular. Também, não era para menos: apesar dos erros do PT, fica difícil para o povo apoiar o governo do PMDB, que carrega em suas costas claras marcas de covardia e traição. 

Por 55 votos a favor e 22 contra a presidente Dilma é afastada do cargo


Em sessão (que terminou às 6:30 horas da manhã desta quinta-feira, 12) do Senado que durou mais de 20 horas, a presidente Dilma foi afastada do cargo de presidente da república por até 180 dias, para ser julgada por possível crime de responsabilidade. Nas próximas horas, Dilma será comunicada  oficialmente da decisão. Imediatamente assumirá a presidência, o vice-presidente Michel Temer, até que Dilma seja julgada definitivamente pelo Senado.

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Em Brasília, prefeito Naldinho consegue emendas de 550 mil reais para SPP


No começo da noite de hoje (11), no Programa Destaque Político, apresentado pelo editor deste blog, na Rádio Potengi-AM, o prefeito de São Paulo do Potengi, Naldinho concedeu uma entrevista direto de Brasília, onde com mais de quatro mil gestores municipais de todo país está participando da Marcha Nacional dos Prefeitos.

Naldinho nos disse, que o objetivo da Marcha é  chamar a atenção das autoridades federais, principalmente do Congresso Nacional para o grave problema que os municípios brasileiros estão enfrentando, com as constantes quedas dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios.

"Tudo acontece no município, pois é no município que vivemos, trabalhamos, temos família e assim por diante, precisando portanto de melhores condições em termos de gestão para atender melhor tantas demandas". Disse o prefeito.

O gestor potengiense destacou também, que conseguiu duas emendas para calçamento no valor de 550 mil reais. 250 mil reais com o senador José Agripino e 300 mil reais com o deputado federal Fábio Faria.

Perguntamos ao prefeito, qual seria a opinião dos prefeitos que estão na capital federal, a respeito do possível Governo Temer.

Ele nos respondeu: " A opinião da maioria dos gestores com quem conversamos, pois pelo visto o impeachment de Dilma é irreversível. É preciso que o Governo do PMDB (e aliados) tenha e coloque em prática um verdadeiro Plano de Ação, para tirar o Brasil  da grave crise econômica e política em que o nosso país está metido. Também é voz corrente, que as conquistas sociais conseguidas pelo povo brasileiro nos Governos Lula e Dilma tem que ser preservadas".

Presidente do Senado acredita que votação do impeachement termine antes da meia noite


O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), disse que a expectativa dele é que a votação do impeachment, marcada para esta quarta-feira (11), termine por volta das 22h ou 23h.
Calheiros avalia que os governistas que tentarem eventualmente obstruir a votação ou prolongar seus discursos não terão muita força. Aqueles que têm interesse em apressar a votação são maioria, avalia Renan.

Teori nega recurso do governo para anular impeachment


O ministro do STF Teori Zavascki, que negou recurso do governo para anular processo de impeachment
O ministro Teori Zavascki, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou nesta quarta-feira (11) o recurso da Advocacia-Geral da União para anular o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Com isso, fica mantida para hoje a continuidade da votação do processo no plenário do Senado.
Prevista para terminar na noite de hoje ou na madrugada de quinta-feira, a votação pode determinar o afastamento de Dilma por até 180 dias.
A AGU (Advocacia-Geral da União) entrou com o mandado no STF na terça-feira (10). O recurso se baseia na decisão do próprio Supremo que afastou o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do mandato e do cargo.
Segundo a AGU, Cunha teria atuado com desvio de poder quando acolheu e conduziu o processo de impeachment contra Dilma.
Na decisão de hoje, Teori afirma que "o então Presidente da Câmara dos Deputados [Cunha] notabilizou-se por uma sistemática oposição ao projeto político do Palácio do Planalto, exercendo diferentes frentes de pressão contra interesses do governo".
Segundo o ministro, porém, não há como identificar "de forma juridicamente incontestável", que as iniciativas de Cunha "tenham ultrapassado os limites da oposição política, que é legítima (...) para, de modo evidente, macular a validade do processo de impeachment".
Na semana passada, o STF decidiu pelo afastamento de Cunha da Presidência da Câmara e a suspensão de seu mandato. A decisão atendeu a um pedido feito pela PGR (Procuradoria-Geral da República) alegava que Cunha usava seu cargo para obstruir investigações contra ele na Operação Lava Jato e no Conselho de Ética da Câmara. 
O advogado-geral da União, ministro José Eduardo Cardozo, argumentou que havia inúmeras evidências de que entre os atos praticados por Cunha estaria uma chantagem praticada por ele contra integrantes do governo.
Segundo Cardozo, Cunha só acolheu o pedido de impeachment contra Dilma após o governo não ceder às suas pressões. A AGU anexou reportagens sobre as supostas chantagens cometidas por Cunha ao mandado de segurança.
Uol

Noiteiros em homenagem a Nossa Senhora, desta quarta até domingo na Matriz de SPP


Desta quarta-feira (11) até domingo (15), são os seguintes os noiteiros que cuidarão da celebração (19 horas) Mariana na Matriz de São Paulo, em nossa cidade.

Quarta-feira (11). Secretaria Municipal de Educação, CEMEI e Escolas Municipais. Quinta-feira (12). Educandário Jesus Menino. Sexta-feira (13), I Cavalgada Mariana, com início às 17 horas na Praça Monsenhor Expedito, seguindo até  Assentamento Pedra Branca onde será celebrada missa às 19 horas. Sábado (14), Pastoral  do Dízimo. Domingo (15). Pastoral da Liturgia e canto.

Chuva de 47 milímetros em São Paulo do Potengi


A chuva que está caindo  em nossa cidade desde as primeiras horas desta quarta-feira (11), segundo o pluviômetro da Secretaria Municipal de Agricultura, localizada no Novo Juremal já soma 47 milímetros, sendo a maior precipitação caída em nossa cidade no ano em curso.

Teremos outras informações.

terça-feira, 10 de maio de 2016

Senado cassa mandato de Delcídio Amaral

delcidio_ag
Por 74 votos favoráveis, nenhum contrário e uma abstenção, Delcídio do Amaral teve seu mandato de senador cassado na noite de terça-feira 10 pelo plenário do Senado. O ex-líder do governo optou por não comparecer na sessão que selou seu destino e nem mesmo mandou um advogado para defendê-lo.
Delcídio teve o pedido de cassação de mandato por quebra de decoro parlamentar aprovado no colegiado após um longo processo iniciado logo depois de o senador ter sido preso, em novembro do ano passado por obstrução da Justiça.
O senador foi flagrado em conversa com o filho do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, oferecendo propina e um plano de fuga para que Cerveró não firmasse acordo de delação premiada com o Ministério Público no âmbito da Operação Lava Jato.

Etapa do Compra Direta é iniciada em São Paulo do Potengi com investimento de 100 mil reais


SPP NEWS. O município de São Paulo do Potengi iniciou na manhã desta terça-feira, 10, mais uma etapa do Programa Compra Direta. Nessa fase do Programa serão investidos R$ 100.000,00 na aquisição de 14 toneladas de produtos, beneficiando 20 agricultores familiares.

Esses produtos serão doados a 14 entidades como escolas e outras instituições do município, complementando e enriquecendo nutricionalmente a alimentação de 3.980 pessoas.

O Compra Direta é uma ação do Governo Federal, através MDS, executado pela EMATER em parceria com  a Prefeitura local.

Transportes coletivos estão paralisados em Natal


Na capital do nosso estado ( a greve é nacional), os transportes coletivos amanheceram paralisados nesta terça-feira (10), num protesto contra possíveis mudanças trabalhistas e contra o impeachement  da presidente Dilma. Na BR 101, em frente da UFRN, manifestantes fecharam a pista, tocaram fogo em pneus, paralisando o  trânsito. Milhares de pessoas estão sendo prejudicadas, sem ter como ir para o trabalho, escola, médico, além de outras atividades.

Waldir Maranhão recua e decide revogar anulação de sessão do impeachement


O presidente em exercício da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu na madrugada desta terça-feira (11) revogar a decisão que proferiu pela manhã para tentar anular a sessão da Câmara que aprovou a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.
A Secretaria Geral da Mesa da Câmara recebeu a decisão da revogação por volta de 00h20. Maranhão assinou dois ofícios  – um com a revogação da decisão e outro destinado ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), informando sobre a nova deliberação, que deverá ser publicada nesta terça (11). O processo de impeachment tramita desde a semana passada no Senado e será votado no plenário nesta quarta-feira (10).
G1

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Renam mantém rito de impeachment e Dilma tem nova derrota no Senado



O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou na tarde desta segunda-feira (9) que está mantida para a próxima quarta-feira (11) a votação no plenário do Senado sobre o pedido de abertura do processo de impeachment contra Dilma Rousseff. 
Na manhã de hoje, o presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), anunciou a anulação da votação que ocorreu na Casa, alegando, entre outras coisas, que os líderes dos partidos não poderiam orientar cada deputado como votar. O processo de impeachment foi aprovado em votação no plenário da Câmara no dia 17 de abril. Caso a determinação de Maranhão prevalecesse, o pedido seria novamente apreciado pelos deputados.
Renan considerou a decisão de Maranhão uma "brincadeira".  "Aceitar essa brincadeira com a democracia seria ficar pessoalmente comprometido com atraso do processo. E ao fim e ao cabo, não cabe ao presidente do Senado dizer se o processo é justo ou injusto, mas ao plenário do Senado, ao conjunto dos senadores. Foi esta a decisão do Supremo Tribunal Federal", acrescentou, que classificou ainda a decisão como "absolutamente intempestiva". 
"Não poderia a formalidade tornar nulo o ato prévio", disse Renan Calheiros. "O Senado já está com este assunto há várias semanas. Já houve leitura da autorização no plenário, indicação pelos líderes, eleição dos membros aqui no Senado, instalação da Comissão Especial, que fez nove reuniões presididas pelo senador Raimundo Lira, apresentação, defesa, acusação e votação de seu parecer", completou.
Uol

Presidente em exercício da Câmara anula votação do impeachment

O presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu nesta segunda-feira (9) anular a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, ocorrida no dia 17 de abril. Ele acolheu pedido feito pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.

O deputado do PP, que substituiu Eduardo Cunha na presidência da Câmara na semana passada depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu afastar o peemedebista do comando da casa legislativa, marcou uma nova votação do pedido impeachment para daqui a 5 sessões do plenário da Câmara.
Em nota divulgada à imprensa, Maranhão diz que a petição da AGU ainda não havia sido analisada pela Casa e que, ao tomar conhecimento dela, resolveu acolher. Na decisão, ele argumenta “ocorreram vícios que tornaram nula de pleno direito a sessão em questão”.
Segue a íntegra. Clique na imagem para ampliar.
G1


Imagens do Dia das Mães na AABB e na Vila Matuta em SPP

Dona Janete, o editor deste blog com familiares na AABB
Professora Zefa com a família, na AABB
Vereador João Cabral com sua esposa Preta, na AABB
Padre Ramos com as Irmãs Paula e Isolde na AABB
Moacir Farias fazendo o musical na AABB
Da direta pra esquerda: Agenor, Neto Mafra (vice-pref. de Barcelona) e esposa, Assis Galvão e Wilson, na Vila Matuta
Puan Stúdio com a esposa, familiares e amigos na Vila
Professor Geílson com a família e amigos na Vila
 Galera curtindo o som de Messias Paraguai na Vila
Professora Daúria com familiares e amigas, na Vila

Prefeito de São Paulo do Potengi, Naldinho viajou a Brasília


O prefeito de São Paulo do Potengi, Naldinho viajou na madrugada desta segunda-feira (9), pra capital federal, onde participará da Marcha Nacional dos Prefeitos, em defesa dos municípios brasileiros, que estão passando por uma séria crise financeira e percorrerá Ministérios para acompanhar o  andamento de Projetos e Convênios, encaminhados anteriormente em favor de nosso município..

O gestor municipal voltará de Brasília na próxima sexta-feira (13), pela manhã.

domingo, 8 de maio de 2016

Mãe, retrato do amor divino

Sandra, com seu filho Benício
Por Silvério Filho

Poucas coisas nesta vida podem alcançar (se é que é possível) a beleza do amor das mães pela sua prole. 

Começando no ventre,  onde da mãe se origina outro ser humano, o amor é sentido na carne. Mudanças corporais, hormonais e psicológicas tratam de demonstrar, materialmente, aquele amor, que se impõe mesmo diante das dificuldades da gravidez. Segue-se, desde o início, a máxima de que não existe amor se as dificuldades não são capazes de prová-lo. 

Neste sentido, a Cerimônia das Flores, da Ordem DeMolay, nos lembra que se fôssemos retratar o amor divino, não deveríamos utilizar a figura de um anjo majestoso, mas sim a imagem de uma mãe trabalhadora e cansada, com a fisionomia grave e meiga.

Pensando nisso, recordo-me de uma mãe (ou avó) que um dia vi na rua, subindo o morro de Mãe Luiza, em Natal. Ela parecia cansada, não se vestia bem. Seu filho (ou neto), com a farda do Colégio Maria Auxiliadora (de mensalidades caras), andava ao seu lado. A farda do menino estava velha, meio acabada. Deduzi que ele ou era bolsista ou a mãe fazia um esforço tremendo para pagar-lhe a escola. De qualquer modo,  ela não ligava: subia com seu filho o morro, ao sol do meio dia, com um sorriso meigo e grave, de quem estava cansada, mas cujo cansaço nada mais era do que a materialização do seu amor. 

Não tive como me fazer indiferente: vi, à minha frente, o retrato do divino. 

Em memória daquela mulher, que eu sequer sei o nome, e em honra das nossas mães, desejo que cada um de nós, como diz a Cerimônia das Flores, possa guardar no nosso coração um santuário sagrado, reservado à memória do amor daquelas que nos deram a vida. 

A todas as mães do mundo, sinal do divino no tempo e na história, o nosso agradecimento.

Arquivo

.

.

.

.

.

.
Tecnologia do Blogger.

.

.

.

.